Depois do Oscar

Confesso aqui, neste querido espaço chamado Quintal, que eu nunca tinha assistido a cerimônia do Oscar. Assim, um pedaço ou outro eu já tinha visto, mas ficar esperando e assistir tudo, tim-por-tim, nunca. Foi até legal, mas não entendi metade das piadas por causa da voz irritante da tradutora do TNT que não me deixava prestar atenção. Enquanto estava assistindo, entrei no Facebook e fui recebida com uma enxurrada de fotos dos looks das celebridades. Nada contra com quem curte, mas não consigo entender porquê dessa sede em ver o que as famosas estão vestindo. Meus motivos pra não curtir são:

1) Vestidos de festa são é uma coisa muito longe da minha realidade. Eu nunca uso, salvo em casamentos, quando esse tipo de traje é necessário. Talvez na próxima vida eu seja famosa e compre um Valentino.

2) Na maioria das vezes, elas - as celeridades - não moveram uma unha pra escolher a roupa nem se arrumar divinamente daquele jeito.

Eu gosto mesmo é de uma inspiração pé no chão (como diria Thalita). Gosto de entrar em blogs e ver tutorais de cabelo, canais de maquiagens acessíveis e blogs de moda barata. Não dá para olhar a pele da Anne Hathaway com uma maquiagem perfeita e esperar que minha base da Natura faça o mesmo. Vocês entendem meu ponto de vista?!

Por isso eu gosto de me prestar atenção naquilo que é o assunto principal do Oscar: os filmes! Eu não faço nenhum bolão dos ganhadores porque não entendo bulhufas sobre cinema. Minha praia é assistir, achar lindo e sair por aí recomendando pra todo mundo. Agora que burburinho sobre a premiação acabou, posso dar meus pitacos sem parecer que estou apostando em algum filme preferido.

Amor (2012)


Nem sei se triste é a palavra pra descrever esse filme. São cento e vinte e sete minutos de dor e angústia. Mas não é um daqueles filmes que o pior fica pro final. O pior vem logo no começo e mesmo sabendo disso, você chora. Lindo, lindo, lindo.

"Things will go on, and then one day it will all be over."

O Lado Bom da Vida (2012)


Que filme cativante e divertido de assistir. Ok, é meio comédia romântica, mas so what? A história é uma graça, me deu até vontade de ler o livro! Vou revelar uma maluquice: eu adoro filmes/livros/séries sobre pessoas com doenças ou distúrbios mentais. Só isso já é um motivo pra assistir/ler qualquer coisa.
A melhor surpresa do filme foi Bradley Cooper. Quem esperava que ele saberia fazer um papel "sério"? Só conseguia pensar "é esse mesmo o ator dos filmes pastelões que já vi?". Leve e encantador!

"The world will break your heart ten ways to Sunday. That's guaranteed. I can't begin to explain that. Or the craziness inside myself and everyone else. But guess what? Sunday's my favorite day again."

Django Livre (2012)


Um filme foda pra caralho. Desculpem meu elogio grosseiro. Faroeste, pré Guerra Civil, tiros e muito sangue. E uma trilha sonora extraordinária. A história é mais ou menos essa: Django (Jamie Foxx) é um escravo que foi liberto por Dr. Schultz (Christoph Waltz), um alemão caçador de recompensas. Juntos, eles vão atrás do fazendeiro Calvin Candie (Leonardo DiCaprio), para resgatar a esposa de Django, que também é escrava.

"Dr. Schultz: How do you like the bounty hunting business? 
Django: Kill white people and get paid for it? What's not to like?"


Indomável Sonhadora (2012)


O longa é inspirado na história dos moradores de Isle de Jean Charles, uma ilha em Louisana, que a cada dia perde um pouco de seu espaço pro mar. Hushpuppy (Quvenzhané Wallis) mora com seu pai nessa ilha, que eles chamam de "Banheira". O lugar está inundado e os moradores insistem em não sair de suas casas. Hushpuppy vive livre na ilha, lidando com a perda da mãe e o pai problemático. Quevenzhané apenas brilhou nesse filme, fiquei boquiaberta com a atuação tão incrível para alguém tão pequena. Filme encantador!

"When daddy kill me I won't be forgotten. I'm recording my story for the scientists in the future. In a million years, when kids go to school, they gonna know: Once there was a Hushpuppy, and she lived with her daddy in The Bathtub."


Moonrise Kingdom (2012)


falou no blog dela que era filme feito sépia. Ela tem razão. Parece que o filme foi feito num filtro bacaninha do Instagram. A história é sobre Suzy e Sam duas crianças de 12 anos, que planejam fugir da pequena ilha onde moram. (outro amor nessa vida: filme com crianças feito para adultos). Suzy é toda cool, tem um toca discos lindo, usa vestidos "vintage" e é ruiva. Sam é escoteiro e usa um óculos de armação legal e conheça menina numa peça. Eles planejam a tal fuga por cartas, durante um ano. Amei. Um daqueles filmes que veria sempre. ♥

"I like stories with magic powers in them. Either in kingdoms on Earth or on foreign planets. Usually I prefer a girl hero, but not always."


Também gostei muito: 

Os Miseráveis -  Um filme todo cantado, quem poderia imaginar ser tão incrível assim? Melhor personagem do filme: o menino Gavroche!
As Aventuras de Pi - A história é linda! Fique curiosa para ler o livro.

Gostei marromenos:

Argo - A história é boa, o filme é bacana, mas é só isso. Não entendi até agora porquê ganhou o melhor filme (entendidos de cinema, me expliquem).
Lincoln - Não sei se é meu pé atrás com assuntos políticos, mas achei bem chato. Me esforcei para não dormir. Talvez se tivesse sido abordado um lado mais humano e pessoal de Abraham - tipo no filme A Dama de Ferro ou O Discurso do Rei - acho que eu teria gostado mais. Mas a proposta do filme é justamente explorar esse lado estrategista do presidente. Há quem goste.


E vocês, deram atenção aos filmes e não aos vestidos? hehe Qual foi o preferido de vocês?

;)

beijos, Ju

9 comentários

  1. O livro da Vida de Pi não é tão legal, acho que eles não focaram tanto na aventura como foi no filme. Fiquei meio decepcionada

    ResponderExcluir
  2. de todos, infelizmente, só consegui assistir ao Django, que como você mesma disse: um filme foda pra caralho!
    quero assistir a todos os que você comentou, mas um que eu ainda não tinha ouvido falar foi esse Moonrise Kingdom. achei encantadora a sua descrição e parece ser mesmo uma história cativante digna de ser vista muitas vezes :)

    ResponderExcluir
  3. Argo ganhou por ser uma homenagem ao cinema. Eles estão gostando disso e premiando. Assim como "O Artista", que não é nada demais e "Hugo" do Scorsese, que é bom, mas ele tinha feito um ano antes "Ilha do Medo" que foi muito melhor e nem um pouco reconhecido. Mas te falar, Argo é bem melhor que esses últimos que citei, e dentre pérolas como o eternamente sacal Os Miseráveis, o prêmio poderia estar em piores mãos.

    ResponderExcluir
  4. Ju, eu tbm não entendi porque "Argo" ganhou o Oscar, viu?!
    "Amour" é maravilhoso, eu adorei a história, e "As Aventuras de Pi" tbm entrou para os meus preferidos.

    Concordo com vc em relação aos looks das atrizes do tapete vermelho, é algo tão distante de nossa realidade que nem dá vontade de ver rs.

    beijo

    ResponderExcluir
  5. Post muito bom, Ju! E pra mim, muito útil também. Mas você viu que "As Aventuras de Pi" foi baseado num livro brasileiro? Olha: http://literatortura.com/2013/02/21/as-aventuras-de-pi-um-plagio-do-escritor-brasileiro-moacir-scliar/

    bjos.

    ResponderExcluir
  6. O Lado Bom da vida foi verdadeira decepção na minha vida. Tinha lido o livro e achado lindo. O filme é bem ruim perto dele. Fiquei triste!

    ResponderExcluir
  7. Fiquei com vontade de ver Moonrise Kingdom, parece o meu tipo de filme e O lado bom da vida é bem legal. Quanto a adaptações de livros, vou sempre preferir os livros, não tem jeito. Quero ler todos.

    ResponderExcluir
  8. Jú, concordo com você sobre essa loucura pra saber o que as celebridades vestem. Meu, como se isso tivesse ao nosso alcance né? Não é muito mais legal se virar com o que você pode e com o que tem? Gosto muito de ver os vestidos e tudo mais, mas no fundo é só pra eu dar minha opinião, se gostei ou não, se combinou ou não, sei lá, é algo muito irreal para minha humilde pessoa. Na minha vida, quando tenho que usar vestidos de festa, gosto de pegar várias inspirações se montar o meu, separo tudo e levo para a sogra me ajudar, eu tenho as ideias e ela costura :).
    Agora as makes... essas eu amo! Salvo as preferidas e vira e mexe dou uma olhadinha na minha pastinha para me inspirar.

    Sobre os filmes, assisti pouquíssimos, se não me engano apenas o Lado bom da vida e o OO7 Skyfall, mas pretendo assistir a maioria desses que você citou, só falta tempo, por que vontade tenho de sobra! hahaha!

    Amei o post Jú! =D

    Bju bju!

    ResponderExcluir
Leio todos os comentários e respondo quase todos. :) hehe Se for urgente, melhor mandar um email para: jusacramento@temnomeuquintal.com